RECOPA 2013

Nesta quarta-feira (3), São Paulo e Corinthians, respectivamente campeões da Copa Sul-Americana e da Libertadores, iniciam a sexta decisão doméstica da Recopa Sul-Americana. Organizado pela Conmebol, o torneio realizado desde 1989 (exceto em 1991 e entre 1999 e 2002), voltará a ter uma decisão brasileira depois de 19 anos.

Como acontece desde 2005, a Recopa será disputada em dois jogos: o primeiro no Morumbi e o segundo no Pacaembu. O Tricolor tentará seu terceiro título (venceu em 1993 e 1994). O Corinthians estreará no torneio.

A primeira equipe brasileira a conquistar a Recopa Sul-Americana foi o São Paulo, em 1993. A quarta edição do torneio – primeira entre dois clubes do mesmo país – foi disputada em jogos de ida e volta entre o Tricolor e o Cruzeiro.

O primeiro jogo, disputado no Morumbi – e que também valeu pela primeira fase do Campeonato Brasileiro – terminou com um empate sem gols. Na segunda partida, no Mineirão, outro 0 a 0.

Na disputa por pênaltis, o São Paulo levou a melhor, vencendo por 4 a 2. O goleiro Zetti foi fundamental na conquista ao defender a cobrança do ex-atacante Ronaldo.

Com as conquistas da Libertadores da América de 1993 e da Supercopa Libertadores de 1993, o São Paulo já teria direito ao titulo da Recopa, porém, a Conmebol, por um acordo com os patrocinadores do torneio, acabou convidando o campeão da Copa Conmebol, o Botafogo, e o título foi disputado em jogo único, no Japão.

Com gols de Leonardo, Guilherme e Euller, o São Paulo venceu o Botafogo por 3 a 1 e ficou com o bicampeonato da Recopa. Roberto Cavallo fez o gol de honra do time alvinegro.

O São Paulo possui 12 taças internacionais e o Corinthians apenas 2.

O Tricolor aumentará sua distância ou o Corinthians leva?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>