BR 2013 : São Paulo 5 x 1 Vasco

ScreenHunter_5

O São Paulo não se importou com o péssimo público, nem com a chuva, muito menos com o frio na noite de quarta-feira, véspera de feriado de Corpus Christi. Depois de um péssimo primeiro tempo, os comandados de Ney Franco acordaram na etapa final e golearam sem dificuldade o Vasco por 5 a 1 na 2ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com dois gols de Luis Fabiano, um de Aloísio, outro de Thiago Carleto e um contra de Luan, o time do Morumbi deixou os cerca de 8 mil pagantes satisfeitos com mais três pontos somados, a segunda vitória em dois jogos e a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Isso porque Criciúma, Fluminense e Grêmio, os únicos times que podem chegar aos seis pontos e igualarem o São Paulo, não atuam nesta quarta-feira. Já o Vasco conhece seu primeiro revés após ter vencido a Portuguesa por 1 a 0.

Agora, na próxima rodada, o São Paulo encara o Atlético-MG, em Belo Horizonte, às 18h30 de domingo. Já o Vasco pega o Vitória, no Barradão, no sábado, às 18h30.

O jogo teve um primeiro tempo à altura do péssimo público que compareceu ao Estádio do Morumbi. Morno, sem chances de gols claras, o jogo não empolgava. Para piorar para os donos da casa, as poucas vezes em que um goleiro precisou trabalho a bola estava na área defensiva são-paulina.

Em um desses lances, Fellipe Bastos cobrou falta pela esquerda, na direção do gol, e viu Carlos Tenório tentar o desvio. A bola passou perto da meta de Rogério Ceni. Depois, foi a vez de novamente Fellipe tentar passar pelo goleiro são-paulino com chute de fora da área após rebote de escanteio. A bola ficou nas mãos do capitão tricolor.

A grande chance de gol do jogo acabou acontecendo aos 46 minutos. Douglas, que estava mal na partida, errando muitos passes, acertou um belo chute no travessão de Michel Alves. Pouco antes, Luis Fabiano e Osvaldo, pelas pontas, chegaram a levar algum perigo ao goleiro vascaíno, mas sem conseguirem sucesso.

No segundo tempo, a alternativa encontrada por Ney Franco para tentar mudar o jogo foi colocar Maicon e Aloísio nos lugares de Roni e Silvinho. Em cinco minutos, o atacante já criou uma ótima jogada. Ele recebeu pela direita e finalizou após conseguir giro em cima da zaga vascaína. A bola bateu no pé da trave direita de Michel Alves.

Depois, do melhor jeito guerreiro, Aloísio roubou bola na entrada da área e enfiou para Luis Fabiano. O atacante só virou e encheu a bomba para vencer Michel Alves e abrir o placar. Paulo Autuori tentou responder com mais uma mudança, colocando Pedro Ken na vaga de Fellipe Bastos.

De nada adiantou. O São Paulo seguiu sua evolução com as mudanças de Ney Franco e aumentou a vantagem. Lúcio avançou pela direita e cruzou tentando achar Luis Fabiano. A bola passou por cima da cabeça do camisa 9 e parou nos pés de Aloísio, que dominou, mirou e ampliou a vantagem com um chute sem chances de defesa para Michel Alves, praticamente decidindo o jogo aos 25 minutos do 2º tempo.

Sem muito o que fazer, o Vasco tentou, mais uma vez, reagir com uma substituição. Dakson entrou no posto de Wendel. Pouco adiantou. Exposto, o time do Rio de Janeiro acabou sofrendo mais um gol. Thiago Carleto chutou cruzado da esquerda para a direita e ampliou a vantagem. O placar se transformou em goleada com Luis Fabiano mais uma vez. O atacante aproveitou boa jogada de Osvaldo aos 29 minutos e fez o quarto gol.

Com o jogo já resolvido, Rogério Ceni acabou errando feio na sua estreia no Campeonato Brasileiro. O goleiro fez péssima reposição e colocou a bola nos pé de Dakson. Sem titubear, o vascaíno chutou forte e diminuiu a derrota. Nem deu tempo para ele lamentar, e Luan, zagueiro do Vasco, acabou fazendo gol contra ao tentar impedir outro tento de Luis Fabiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>