Juiz, Dida e Má Fase apontam mais uma derrota

O Grêmio conseguiu um importante resultado neste domingo e ganhou ainda mais espaço no G-4 do Campeonato Brasileiro. Fora de casa, a equipe gaúcha derrotou o São Paulo por 1 a 0, com gol do chileno Eduardo Vargas, ultrapassou o então vice-líder Botafogo na tabela de classificação nesta 24ª rodada e recolocou o peso da ameaça de queda ao clube paulista, novamente rodeado pela zona de rebaixamento para a Série B.

 

Muito embora tenha flertado com o gol durante todo o primeiro tempo, conseguindo criar ótimas chances contra o gol de Dida, o São Paulo não conseguiu abrir o marcador para ter tranquilidade em campo. Melhor para o Grêmio, que acabou sendo beneficiado pela eficiência.

 

01bressanosvaldodisputampereiraterra

Na única jogada de ataque mais contundente do time gaúcho, Vargas tirou o zero do marcador aos 23min: Alex Telles levantou da esquerda na cabeça do chileno, que finalizou com firmeza para bater Rogério Ceni. O São Paulo, por sua vez, seguiu desperdiçando finalizações e triscando a trave de Dida, mas não teve a capacidade para buscar o empate.

O resultado positivo no Morumbi encerrou uma sequência de três partidas sem triunfo do time de Renato Gaúcho no Campeonato Brasileiro, chegou aos 42 pontos e garantiu, ao menos, a terceira posição da tabela – ultrapassando o Botafogo no saldo de gols. O time do Sul pode inclusive terminar a rodada na vice-liderança, desde que o Atlético-PR não supere em casa o Vitória, ainda neste domingo.

Do outro lado da tabela aparece o São Paulo, que acabou desacelerando a reação recente depois da contratação de Muricy ramalho e ficou ainda mais ameaçado pelo rebaixamento. Os paulistas, que agora não vencem há três partidas (duas pelo Brasileiro e uma pela Copa Sul-Americana), seguiram com 27 pontos, foram ultrapassados pelo Flamengo e caíram para a 16ª posição – o Criciúma, 17º e primeiro time na zona dos quatro últimos, tem 25.

As duas equipes terão pouco tempo de descanso antes de partidas cruciais na quarta-feira, pela 25ª jornada do Brasileiro. O Grêmio faz duelo direto na Arena com o Atlético-PR, às 19h30 (de Brasília), enquanto o São Paulo desce a serra para o clássico com o Santos, às 21h50, na Vila Belmiro.

Fonte: Terra

São Paulo sai da zona de rebaixamento!

Dez títulos nacionais, ídolos como Juninho Pernambucano e Rogério Ceni em campo e uma dramática luta contra o rebaixamento, em São Januário. Em um confronto de gigantes enfraquecidos e ameaçados, só o São Paulo vai poder respirar aliviado após a 21ª rodada. Esqueça o brilhantismo de clubes que até já decidiram o Brasileirão. No jogo deste domingo, pesou a eficiência dos times de Muricy Ramalho para o Tricolor vencer por 2 a 0 e trocar de posição com  o Vasco no grupo dos quatro piores do Brasileirão.

Nem Jadson, Ganso ou Luis Fabiano. O triunfo começou com um garoto de 20 anos que não tem a fama das estrelas, mas vem mostrando muita eficiência. Rodrigo Caio, curinga capaz de se adaptar a todas as posições da defesa, acertou uma cabeçada de atacante para marcar e causar inveja a um rival que completou três rodadas sem balançar a rede. No momento em que o Vasco mais pressionava no segundo tempo, o goleiro Diogo SIlva cometeu uma falha grotesca ao tentar socar a bola na área. Antônio Carlos recebeu o presente e fechou o placar.

A segunda vitória seguida do Tricolor desde a saída de Paulo Autuori e a chegada de Muricy deixa os clubes empatados com 24 pontos. O São Paulo sobe para o 16º lugar e sai da zona do rebaixamento depois de 12 rodadas. A diferença dos times está no saldo de gols: menos dois contra sete negativos. O Vasco cai para 17º e se transforma no novo integrante do grupo dos quatro piores.

Além do mau momento do ataque, o Gigante da Colina acumula uma série ruim de resultados que o deixa à beira da crise e do temor de voltar à Série B na próxima temporada. O time conquistou apenas uma vitória nos últimos oito jogos e vê a pressão sobre o técnico Dorival Júnior crescer.

Na próxima rodada, os dois times voltam a enfrentar equipes que estão na metade de baixo da tabela. O Vasco recebe o Vitória, quarta-feira, às 19h30m, em São Januário. O São Paulo encara o Atlético-MG, no mesmo dia, às 21h50m, no Morumbi.

Muricy Voltou!

No último dia 22 de agosto, completaram-se 40 anos da estreia de Muricy Ramalho como jogador do time profissional do São Paulo. Foi em 1973, num amistoso contra o União Bandeirante. O novo técnico do Tricolor tem uma relação de amor com o clube, o qual frequenta desde a década de 1960. O fator emocional, seu passado vitorioso e a idolatria da torcida foram as principais razões para que o presidente Juvenal Juvêncio decidisse contratá-lo para o lugar de Paulo Autuori menos de dois meses após tê-lo preterido na escolha.

O retorno ao São Paulo após ter sido mandado embora em 2009, por conta da eliminação na Libertadores para o Cruzeiro (além de desgaste com a diretoria), era um objetivo de Muricy Ramalho.

Ele sempre admitiu a amigos que nunca foi tão feliz no trabalho como nos tempos em que comandava o Tricolor. Acompanhou o clube e jamais perdeu contato com pessoas mais próximas, como o auxiliar Milton Cruz. Ambos fizeram parte do grupo campeão brasileiro de 1977, como jogadores, e estiveram nos títulos de 2006, 2007 e 2008. Na época de atleta, uma grave lesão impediu que Muricy disputasse a Copa do Mundo de 1978. Ele era muito bem cotado, mas perdeu a chance.

Em entrevistas recentes, o treinador também não se incomodou em afirmar que assumiria o comando do São Paulo até mesmo na Série B. Seus filhos são torcedores do clube, e, na última passagem, entre 2006 e 2009, ele eternizou gestos como o de bater no braço quando ovacionado, e criou uma cumplicidade enorme com a torcida.

Muricy chegou ao Tricolor para trabalhar na comissão técnica de Telê Santana em 1994. Comandou por vezes o famoso Expressinho, enquanto os titulares disputavam os principais jogos, e assumiu o time principal em razão dos problemas de saúde do chefe. Também substituiu Carlos Alberto Parreira de maneira interina, e acabou efetivado. A demissão, no início de 1997, criou nele uma obsessão em retornar.

Seu grande momento foi o tricampeonato brasileiro. Tornou-se ídolo da torcida, mas colecionou farpas com dirigentes. Seu principal aliado era Juvenal Juvêncio. Os demais não gostavam de seu jeito duro, seco, e da sua falta de disposição em se relacionar com eles.

– Não adianta ir na minha casa, me chamar para jantar, que eu não vou – repetiu Muricy por diversas vezes enquanto trabalhou no Morumbi.

Esse aspecto amedronta os atuais diretores do clube. Quando Ney Franco foi demitido, em julho, a diretoria avaliou que Autuori seria um nome mais adequado, pois tinha maior tendência a escalar garotos na equipe, e também facilidade para lidar com o aspecto psicológico dos atletas. Pesou também seu temperamento mais brando.

CARAVANA: Jogos São Paulo + Passeio Campos do Jordão

Caravana Morumbi+Jogos do Sao Paulo+Passeios em Campos do Jordao/SP.

Comunicado Importante:Pessoal,eu Estou organizando uma Viagem para
Campos do Jordao nos dias 14 a 17 de Novembro,mais olhando a Tabela do
Brasileiro,eu percebi que o Sao paulo joga contra o Flamengo no
Morumbi no dia 13 as 22 horas e contra o Fluminense no Maracana as 16
horas do dia 17.Entao,eu aproveitando a coincidencia achei viavel e
possivel organizar uma viagem com saida na quarta do dia 13,ao passo
que seriam 2 grupos e nenhum atrapalharia um ao outro,pelo contrario
ambos seriam independente,um grupo saindo no dia 13 de Aviao de noite
e voltando de onibus no dia 17,e outro grupo saindo no dia 14 de
onibus e voltando de onibus no dia 17….Na ida iriamos sair por volta
das 19 as 20 horas direto pra congonhas e de la teremos um traslado
que faz no maximo 20 minutos para o estadio e acabando o jogo iremos
direto com o traslado para a hospedagem em Campos do Jordao…E Na
volta do dia 17 o onibus nos deixaria no Maracana por volta das 14:30
no maximo dando tempo Habil de assistir a partida contra o
Fluminense…Penso que e um pacote muito interessante em termos de
Logistica e em Termos Financeiros,pois esta incluso o pacote
completo(Aereo+Traslados+Onibus+Hospedagens+Cafe da Manha e Cafe da
tarde) por apenas,R$650 e com facilidades de pagamentos.Creio que e
uma excelete oportunidade de Ir ao Morumbi,Passear em Campos do
Jordao,conhecer amigos e estreitar Relacionamentos.Fica o Convite a
Todos!Se quizerem podem chamar Flamenguistas,mais caso vencam de
nos,deixaremos eles por la mesmo perdidos em Sao paulo,rs,kkkkk….

Meus contatos:21-41254249-79663635-73441285.Email:eltonsjmestacio@gmail.com

Abracos a Todos e Saudacoes Tricolores!!!

Com um a menos, São Paulo mostra garra e bate o Náutico no Recife

Time que está na zona de rebaixamento não tem vida fácil. As vitórias só vêm após muito sofrimento. O São Paulo que o diga. Foi com um homem a menos em campo (Antônio Carlos foi expulso), tomando bola na trave e com um gol solitário de Aloísio que o Tricolor venceu o Náutico por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arena Pernambuco. O triunfo deixou o time do Morumbi a um ponto de deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão. Já o Timbu permanece afundado na tabela, com oito pontos, sete a menos que a Ponte Preta, penúltima colocada.

Os são-paulinos chegaram aos 18 pontos e subiram duas posições, sendo agora o 17º colocado, ficando a uma posição de sair do Z-4. E isso pode acontecer na quinta. Aos tricolores basta uma vitória simples sobre o Criciúma, quinta-feira, no Morumbi. Mas o jogo corre o risco de ser adiado. Também na quinta, o Náutico recebe o Vasco, novamente na Arena Pernambuco.

O jogo desta terça, válido pela 10ª rodada, foi atrasado por conta da viagem do clube paulista ao exterior no início de agosto, para amistosos na Alemanha, em Portugal e no Japão.